Virtuoso divulga estudo sobre mercado de viagens de luxo no Brasil

18_luxo

O Virtuoso, empresa líder em conectar viajantes que buscam experiências de luxo com consultores em mais de 40 países, divulgou um levantamento sobre o mercado brasileiro feito em parceria com agências ligadas ao selo. Quase 100% dos entrevistados confirmaram que a crise política e econômica do País afetou de modo negativo as viagens de seus clientes.

No entanto, 38% dos entrevistados afirmaram que o volume de vendas em suas agências, em 2016, superou o ano anterior, em média de 5% a 10%. E outros 80% afirmaram que as vendas em janeiro deste ano superaram na mesma margem (5% a 10%) o mesmo período em 2016. Entre os destinos preferidos, as agências Virtuoso apontam a África do Sul, Japão e Portugal como emergentes, enquanto Estados Unidos e Itália seguem como os favoritos para viagens em família.

A importância dos consultores Segundo o estudo, a crise a que o País atravessa não está impedindo os viajantes de continuarem planejando suas viagens com o auxílio das agências e consultores em um mercado que continua a crescer. Cerca de metade das agências contrataram novos consultores para as equipes em 2016. Para estes, são oferecidos treinamentos especializados com foco nas técnicas de vendas, no conhecimento dos produtos e no tratamento com clientes de alto poder aquisitivo. Entre os maiores desafios encontrados pelas agências estão encontrar consultores qualificados, conquistar novos clientes e lidar com a competitividade da internet.

Benefícios de um mundo conectado
Para o Virtuoso, a internet e a tecnologia também são ferramentas que facilitam a colaboração global e aumentam a força e a visibilidade das agências Virtuoso. O poder de compra de uma agência na Austrália, que reserva uma grande quantidade de viagens para Bali, acaba beneficiando uma agência Virtuoso no México, que compra muito menos, mas cujos clientes terão os mesmos benefícios exclusivos reservados aos clientes da rede. “Este é o grande valor de uma rede como Virtuoso, para nossas agências e parceiros, e principalmente para o cliente. A tecnologia permite a todos estarem conectados uns aos outros”, explica Matthew D. Upchurch, CEO do Virtuoso.

A diferença no entanto, reside na conexão humana, no aconselhamento personalizado em uma viagem absolutamente segura e sob medida, e nos privilégios exclusivos para os clientes, impossíveis de se conseguir em uma reserva on-line e só obtidos com a assessoria de um consultor Virtuoso.

O efeito Trump
Ainda segundo o estudo, a nova política de imigração dos Estados Unidos não está afetando os brasileiros que seguem ao país em viagens de alto padrão. Sobre este tema, Upchurch destaca a importância da indústria turística em um nível global, não apenas pelo aspecto econômico, que tem se mostrado cada vez mais relevante, mas como uma força para o bem do mundo e da integração entre os povos.

Serviço
virtuoso.com

* Legenda da foto: Matthew D.Upchurch, CEO Virtuoso/arquivo HN/Hugo Massahiro Okada

Fonte: Hôtelier News

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: