Casa de praia com as tendências para 2017

11_decoracao

O equilíbrio entre materiais brutos, como tijolo, madeira e cimento, mantendo uma leveza de formas e um frescor que se deseja para uma casa de praia. Este contemporâneo projeto na praia de Xangri-lá traz a assinatura dos arquitetos Marcelo Seferin, Gustavo Seferin, Camila Sanguiné e Eduardo Abreu em uma composição também suavizada pelos grandes vãos de vidro.

– O que possibilitou criarmos uma ventilação cruzada na sala de estar e jantar, tornando o ambiente confortável também nos dias mais quentes, sem necessidade de ar-condicionado – explica Marcelo Seferin.

Materiais com tecnologias atuais e propostas atemporais foram pensados para a maior parte dos revestimentos. No piso térreo, a escolha recaiu para o cimento queimado, que compõe com os tijolos de olaria que surgem em paredes pontuais. Uma textura que reproduz o visual do piso foi aplicada na churrasqueira, com o cinza quebrado pelo colorido das luminárias de Fernando Jaeger – cujos tons são rebatidos em outros elementos, como a cristaleira e as banquetas altas.

A marcenaria sob medida, executada pela Collet Móveis, traz alguns toque de bossa, como os azulejos com aparência de ladrilho hidráulico no tampo e a base de madeira de demolição. As cadeiras assinadas por Charles & Eames criam o contraponto entre o rústico e o design icônico.

Traços contemporâneos
Referências internacionais, como os balneários uruguaios e a arquitetura australiana, foram a base da pesquisa dos arquitetos. Entre os materiais, a madeira cumaru tem recursos de estilo, como os painéis que são estendidos e “transformam-se” em brises, que, além do conforto térmico, garantem privacidade ao pavimento superior. As esquadrias são de PVC com pintura que faz referência aos amadeirados. As poltronas do estar são assinadas por Aristeu Pires, e o sofá é do Estúdio Bola

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

 

Paisagem de sonho
Uma das premissas da arquitetura era que todos os dormitórios tivessem janelões para o jardim, criado em parceria com a empresa Gramoterra

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

 

Sintonia de cores
Os mesmos azulejos da parede da cozinha foram usados no tampo da mesa de jantar. As banquetas vermelhas e as luminárias são design de Fernando Jaeger

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Foto: Marcelo Donadussi / Divulgação

Tendências da temporada: sem modismos

Os quatro profissionais que assinam este projeto listaram alguns materiais em que apostam para o top das listas de queridinhos entre lançamentos e releituras. Um ponto comum chama a atenção: a atemporalidade é a marca dos citados.

Pisos amadeirados – Os pisos de madeira estão em alta, e a instalação tipo espinha de peixe segue nas tendências. Para quem quer praticidade, as empresas de porcelanatos e vinílicos desenvolvem cada vez mais opções com aparência muito próxima à da natural.

Pedras – As versões de quartzo estão cada vez mais presentes. Porém, existe um retorno das pedras como mármores e granitos com veios mais imponentes – e são elementos que podem fazer toda a diferença na composição de um ambiente.

Cimento queimado – Veio pra ficar. Hoje é possível utilizar acabamentos com este efeito até em ambientes mais clássicos, segundo o quarteto. O mercado oferece opções com variações de textura, desenho e cor, atendendo aos mais diferentes estilos de espaços.

Vegetação – “Com panos envidraçados para áreas verdes, jardins internos, paredes verdes ou simplesmente vasos com pequenas plantas, transformamos os espaços que habitamos em ambientes muito mais agradáveis” diz Marcelo Seferin.

Fonte: DC

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: