Uma outra visão do mercado de luxo

outra visão luxo

Lucas Toledo fala sobre mercado de design de alto padrão

Com apenas 26 anos, o empresário Lucas Toledo está atento a tudo: economia, tendências de design, mercado regional, oportunidades etc. Tudo isso, sem deixar de lado o bom humor e a cordialidade que é marca registrada do diretor de marketing da Breton em São José dos Campos, marca fundada em 1967 e com seis lojas: três em São Paulo, uma no Rio de Janeiro, uma em Campinas e uma em São José.

Não é a toa que a loja é um dos grandes destaques da Região Metropolitana do Vale do Paraíba quando o assunto é decoração de alto padrão. Lucas é filho da artista plástica Suzi Toledo, um nome já reconhecido quando se fala em design de luxo. A família está neste mercado há mais de 17 anos, quando deram início à loja Conceito Móveis. Já a Breton, mais recente na cidade, chegou para ser uma opção diferente de tudo já visto em São José dos Campos, com um showroom apresentado numa estrutura diferenciada na Av. Anchieta, com vista para Serra da Mantiqueira.

Se os arquitetos e designers estavam acostumados a comprar móveis de luxo em São Paulo, a Breton veio como uma opção mais próxima e os resultados têm sido positivos, contrariando o senso comum que defendia que os joseense não consumiam o luxo. “A prática tem nos mostrado que trabalhar com coisa boa é muito rentável e gratificante. As pessoas podem não conhecer o que é bom, mas a partir do momento que conhecem, não voltam para o ruim”, afirma Toledo.

Neste mercado, o atendimento e valorização, aliados à qualidade do produto oferecido, tornam-se grande diferenciais, tanto que o empresário revela que a fidelidade dos clientes é algo marcante. “A gente acaba consolidando o cliente. São produtos que terão durabilidade e qualidade, fazendo com que isso seja notado pelas pessoas que os visitam”.

À prova de crise
O mercado de luxo está apresentando bons resultados, mesmo na época de crise. Uma das teorias é que isso acontece porque clientes desse mercado possuem investimentos em diferentes áreas, inclusive fora do Brasil. “Mesmo com a crise e com a redução do consumo, o mercado de luxo não para. Estamos tendo um resultado muito bom e muito gratificante. Além disso, temos uma elasticidade de preço que permite atender um público mais abrangente”, revela.

Mudança de comportamento
Nos últimos anos, a ostentação perdeu um pouco o sentido, dando espaço para o simples, mas com qualidade. Lucas acredita que aconteceu uma mudança de cultura. “Hoje nada é mais chique do que o simples, bom, autêntico, espontâneo e natural. São ciclos de cultura. Há alguns anos, a decoração era muito ostensiva, com muito brilho. Hoje vemos algo mais clean, mais leve, mais voltado para experiência e para qualidade de vida. Talvez hoje o grande luxo seja ter tempo para vivenciar bons momentos, ter tempo para cozinhar para quem se quer bem, por exemplo”, opina.

É neste contexto que um bom produto passa a ter ainda mais valor. “Sinto que o cliente está mais preocupado com a resistência do produto, conforto e durabilidade”, revela.

Prédio da Breton São José dos Campos
O prédio da empresa é referência nacional pela sua beleza e por sua vista exuberante. O local foi projetado por renomados arquitetos e designers. “Quando a gente projetou a loja, pensamos num local onde pudéssemos atender nosso cliente da melhor maneira, dentro de um equilíbrio de ouro”, diz. São 1000m² localizados no cartão postal da cidade. “Um local tão exclusivo quanto nosso produto e nosso cliente”, explica Lucas.

Fonte: Meon

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: