A Crise Brasileira e as Commodities

commodities

 

Ras Al Khaimah

Ras Al Khaimah (RAK) é um dos sete emirados que compõem os Emirados Árabes Unidos (EAU) com níveis elevados de estabilidade do governo pelo rating “A / A-1” da S & P, junto com Abu Dhabi e Dubai. Com uma reputação de ambiente de investimento ideal para negócios e um custo competitivo de estabelecimento e de operação de empresas, o emirado é um destino de investimento de nível mundial, onde 12.000 empresas internacionais estão atualmente estabelecidas em nove zonas francas.

Localização Privilegiada

Ras Al Khaimah (RAK) esta estrategicamente localizado:

  • 45 minutos de Dubai;
  • É o primeiro ponto de entrada no Golfo Arábico;
  • Fácil acesso para mercado estratégico na região de MENA (Oriente Médio e Norte da África);
  • Acesso a mais de 3 bilhões de consumidores na distância de 5 horas de voo;
  • Proximidade a 02 (duas) rodovias expressas, 03 (três) portos e 03 (três) aeroportos.

Situação Atual

               A Crise Brasileira

Com a atual crise Brasileira, empresas são obrigadas a deslumbrar novas e melhores formas e possibilidades de negócios. Com a alta do dólar atingindo patamares quase insustentáveis, quem necessita importar produtos para suas fábricas ou empresas está enfrentando muita dificuldade.

O aumento do dólar ocasionou uma elevação nos preços nas importações das máquinas, matérias-primas e equipamentos. Atrelado aos altos impostos trabalhistas e tributários, e juntando tudo isso com a péssima situação das estradas, encarece ainda mais a logística e o custo para a produção de um produto. Isto está quebrando e inviabilizando muitos negócios.

               Exportações

Todos sabem que 60% das exportações do Brasil são commodities, nos tornando, segundo um novo estudo realizado pela Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), dependentes da exportação de matérias-primas. Com a queda nos preços das commodities (bens primários com cotação internacional), Países Europeus em crise, decisão da China de crescer menos, porém, mais sustentável, a tendência é a diminuição dos preços das commodities, assim, o Brasil e suas empresas precisarão aumentar suas exportações de produtos manufaturados, ou seja, agregar valor.

             Manufaturados (Agregar Valor)

Com a enorme quantidade e variedade de commodities, as empresas possuem uma oportunidade de agregar valor, manufaturando as mesmas:

Tipos de commodities:

  • Commodities Agrícolas: sal, açúcar, café, soja, milho, arroz, trigo, cacau, algodão, etc..
  • Commodities Minerais: minério de ferro, petróleo, carvão, ouro, prata, cobre, paládio, platina.
  • Commodities Ambientais: água, madeira, energia, etc…

Oportunidade

Diversas empresas estão montando braços de suas empresas nesta Zonas Francas e enviando seus produtos como matérias-primas e manufaturando, e por causa do livre impostos, quaisquer maquinários ou equipamentos que precisem para manufaturar seus produtos possuem um valor mais baixo do que as da concorrência, aumentando assim sua competitividade e lucratividade.

Alguns exemplos de oportunidades de negócios:

  • Empresas que produzem açúcar Bruto de Cana, dos tipos VHP e VVHP, poderiam agregar valor no processo e produzir o Açúcar Cristal ICUMSA 100-150, com uma produção menor de Açúcar Cristal do Tipo ICUMSA 100-150, pois pode ser perfeitamente utilizado na produção de alimentos e bebidas, além do uso adequado para o consumidor final;
  • Empresas que produzem Algodão Bruto poderiam manufaturar e exportar fios de algodão;
  • Empresas que produzem Café em Grão poderiam manufaturar e exportar café solúvel;
  • Empresas que produzem Soja em Grão poderiam manufaturar e exportar Óleo bruto de soja, Óleo refinado de soja.

Se você atua na área de commodities, possui uma indústria de produtos manufaturados e se também está sendo prejudicado pela alta do dólar (sendo que sua projeção é ultrapassar os R$ 4,00 até o final do ano) e pelos altos impostos e custos e precisa achar uma nova forma de fazer negócio e clientes para não quebrar, compartilhe este post e entre em contato com a nossa empresa para conhecer mais possibilidades e ter uma melhor plano de contingência.

Como representantes de RAK Free Trade Zone e RAKIA, entre em contato através do email: rak@marcelolara.com.br

 

Por Marcelo Lara

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: