As falhas mais comuns do corretor de imóveis

falhas corretor

Você consegue acertar em tudo o que faz como corretor de imóveis? Vamos admitir, é difícil pensar em um profissional que nunca erre, afinal, errar é mais do que humano: é o que nos permite crescer. Saber onde estão nossas falhas nos ajuda a melhorar e a atingir melhores resultados. Muitas vezes, porém, a parte difícil é justamente essa: descobrir onde você está errando, não é mesmo?

Você consegue acertar em tudo o que faz como corretor de imóveis? Vamos admitir, é difícil pensar em um profissional que nunca erre, afinal, errar é mais do que humano: é o que nos permite crescer. Saber onde estão nossas falhas nos ajuda a melhorar e a atingir melhores resultados. Muitas vezes, porém, a parte difícil é justamente essa: descobrir onde você está errando, não é mesmo?

1. Continuar fazendo apenas o que dá certo
Você é profissional do mercado imobiliário há algum tempo, ou então se inspirou em profissionais que são referências no setor. Por isso, muito provavelmente, você sabe sempre o que dá certo ou não nas suas atividades como corretor de imóveis, não é mesmo?

Ao achar que ao continuar fazendo apenas o que já deu certo nos últimos anos, seus resultados estão garantidos, você pode estar fechando os olhos para importantes tendências e até mesmo para expectativas de seu potencial cliente.

Em momentos nos quais o mercado se torna mais competitivo, você precisa fazer de tudo para se destacar. Inove! Descubra o que é feito de diferente no mercado imobiliário em outras cidades e até mesmo países; veja como outros setores estão se comportando para conquistar clientes e adapte as melhores ações para o seu trabalho. Continuar fazendo o que já deu certo pode trazer resultados, sim – mas você fechará ainda mais negócios se além disso incorporar novas tendências de tecnologia, marketing, atendimento e negociação.

2. Ter mentalidade offline
Você ainda foca suas ações de divulgação em mídias offline como placas, panfletos e jornais? Ainda atende apenas interessados que informam contato de telefone? Caso tenha respondido sim para alguma dessas perguntas, gostaríamos de chamar a sua atenção: você está se deixando ficar ultrapassado em relação aos seus concorrentes!

A internet já é uma realidade no Brasil, onde 120 milhões de pessoas acessam a rede com frequência. Isso significa que cada vez mais pessoas constroem relacionamentos com as marcas e realizam as mais diversas transações de forma online. Se as pessoas estão comprando sapatos, fazendo movimentações financeiras e agendando consultas médicas pela internet, por que elas não estariam querendo buscar imóveis também por este meio?

Esteja ciente de que os consumidores querem comodidade e facilidade também neste processo de encontrar um novo lar, que pode ser a compra mais importante da vida delas. Será que não está na hora de você adaptar sua divulgação e seu atendimento para o formato em que as pessoas estão utilizando para realizar este sonho?

3. Colocar a culpa no mercado
Ok, o momento econômico realmente não está fácil. O país passa por uma crise política e econômica significativa, tivemos várias restrições de crédito imobiliário no último ano e as pessoas se tornaram mais inseguras para comprar um imóvel e assumir um comprometimento tão grande em seus orçamentos.

Mas será que a culpa da diminuição de suas vendas é apenas do que está acontecendo na economia? Não pense assim! Viemos de um cenário extremamente positivo para o mercado imobiliário em 2010, e desde 2014 começamos a observar uma desaceleração. Isso não é sinal de que você deva se conformar com resultados ruins, mas sim que você precisa se destacar no mercado e ser um corretor diferenciado.

A demanda por imóveis continua existindo: as pessoas ainda estão se casando, se divorciando e saindo de casa. O que você vai fazer para ser o corretor escolhido para fechar negócio com elas? A resposta passa por pontos como divulgação, atendimento e habilidade de negociação. Descubra seus pontos fortes e os que você pode melhorar e assuma uma atitude positiva!

4. Esperar que o cliente saiba o que quer
Você costuma se colocar no lugar de seu cliente e pensar como comprar ou alugar um imóvel é um momento de ansiedade e de insegurança para ele? Não se esqueça de fazer isso a todo momento! Essa atitude vai ajudá-lo também a diminuir a sua própria expectativa em relação ao potencial cliente.

É normal que o corretor de imóveis não saiba como lidar com alguém que busca um imóvel e não sabe exatamente o que quer. Mas isso é a coisa mais comum de se esperar de alguém que está passando por esse processo de encontrar o lugar ideal para viver. Os sentimentos e dúvidas são muitos e o seu papel como corretor de imóveis é orientar, tirar dúvidas e até mesmo informar. Seja um verdadeiro consultor imobiliário e seus resultados virão mais facilmente.

Respeite esse tempo de seu futuro cliente. Afinal, não se esqueça: uma pessoa demora em média seis meses para encontrar um imóvel para compra e um mês para aluguel.

5. Não fazer follow-up com os proprietários
Os proprietários são um público fundamental para seu trabalho; não esqueça de dar a devida atenção a eles! Realizou uma visita no imóvel e não deu retorno sobre o que o interessado achou? Está recebendo poucos contatos porque as fotos não estão atrativas? Acha que um preço menor poderia trazer um fechamento mais rápido? Não deixe de conversar sobre esses pontos com o dono do imóvel que você está anunciando.

Um relacionamento próximo ao proprietário irá garantir que você receba muitas indicações no futuro, facilitando seu processo de captação.

6. Não negociar
Provavelmente há dois ou três anos você não precisava entrar em grandes negociações de valores dos imóveis que tinha em sua carteira. Infelizmente chegou a hora de admitir que o mercado não é mais ou mesmo. Ou seja, existe a necessidade de dispender mais tempo intermediando a conversa entre proprietário e interessado sobre o valor final do negócio.

Para prestar o melhor auxílio neste ponto, você precisa estar disposto a levar este diálogo adiante e mostrar isso para o cliente. Muitas vezes, ele pode até mesmo aceitar o valor original, mas o simples fato de você comprovar que tentou reduzir o valor com o proprietário certamente irá contar muitos pontos em sua imagem como profissional. Além disso, é sua função atuar como o especialista em preços de imóveis. Saiba tudo sobre avaliação imobiliária e sobre tendências de preços, utilizando ferramentas como o DMI.

7. Não personalizar o atendimento
Os imóveis que você divulga são todos iguais? Temos certeza que não… O mesmo acontece com seus potenciais clientes: cada um possui sua personalidade, seu jeito de negociar e suas expectativas em relação ao imóvel ideal. Demonstre que você percebe como ele deseja ser atendido e o que é importante para ele nesse processo. É a compra mais importante da vida do seu cliente, faça com que esta seja uma experiência única!

Para acertar na personalização, seu atendimento deve ter o objetivo de conhecer o interessado em seu imóvel desde o primeiro contato. Invista em relacionamento e descubra questões como a forma pela qual ele prefere ser contatado, quais são os quesitos mais importantes no imóvel que procura, quem são os influenciadores para a decisão dele, quanto pretende gastar e o quanto poderia flexibilizar deste orçamento. Tenha um atendimento único e torne-se inesquecível para todos que você ajudará a encontrar um novo lar!

Fonte: Viva Corretor

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: