Preços dos aluguéis caem 14% em 12 meses, aponta FipeZap

ml4

O proprietário de imóveis para alugar está perdendo, além da inflação, mais 3,30% no ano e 3,23% em 12 meses

O valor médio dos aluguéis recuou 0,68% em novembro na comparação com outubro, apontou o Índice FipeZap de Locação, que acompanha o preço do aluguel residencial em 9 cidades brasileiras.

Esta é a sétima queda nominal consecutiva nessa base de comparação.

O dado confirma o cenário de desaquecimento do mercado imobiliário e a queda na renda da população, que obriga os proprietários de imóveis vazios a aceitar descontos para alugar suas propriedades.

Perda de 14% em 12 meses

No ano, o índice acumula queda nominal de 3,30% e de 3,23% em 12 meses. Já a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula 9,62% no ano e 10,48% em 12 meses.

Ou seja, o proprietário de imóveis para alugar está perdendo, além da inflação, mais 3,30% no ano e 3,23% em 12 meses.

Somando inflação mais a queda nominal dos preços, a perda real total dos proprietários é de 13,24% no ano e 14,05% em 12 meses.

Salvador lidera quedas

As maiores quedas no mês foram em Salvador (-2,24%) e São Bernardo do Campo (-1,46%). Rio de Janeiro (-0,91%) e São Paulo (-0,76%) também recuaram.

As únicas cidades que não recuaram no mês foram Porto Alegre (0,49%) e Curitiba (1,29%).

Em novembro de 2015, o retorno médio anualizado com aluguel foi de 4,6% ao ano, a menor desde 2008, quando começou a ser feita a pesquisa FipeZap.

Esse valor equivale ao ganho em relação ao preço do imóvel que o proprietário terá ao alugar seu imóvel, e é diferente da comparação mensal dos aluguéis.

O retorno máximo do aluguel chegou a 8% ao ano em 2008 e veio caindo, até atingir 5% no fim de 2014.

O preço médio anunciado para locação por metro quadrado nas 9 cidades pesquisadas em novembro foi de R$ 32,29 por mês.

A cidade com o metro quadrado mais caro foi o Rio de Janeiro (R$ 37,85/mês), seguida por São Paulo (R$ 36,04/mês).

O aluguel mais barato foi em Curitiba (R$ 16,38/mês).

Os preços anunciados para locação considerados para o cálculo do índice são para novos aluguéis.

Ou seja, o Índice FipeZap de Locação não mede a variação dos contratos vigentes (normalmente reajustados automaticamente pelo IGP-M/FGV ou por outros índices de correção).

Assim, mostra de forma mais dinâmica como a demanda e a oferta por moradia estão se relacionando.

Fonte: Exame

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: