Brasilidades: arte, design e vista pro mar

vista1

Quando o empresário estrangeiro comprou o imóvel, voltado para a praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, ele já somava 500 m² de área. O dono anterior havia juntado dois apartamentos do prédio previamente, mas, tal integração precisava de ajustes, e faltava imprimir ali um layout alinhado aos desejos dos novos proprietários.

“A arquitetura deixava nítido que se tratava de união de duas unidades.”, revela a arquiteta Cristina Bezamat, requisitada para tocar o projeto, ao lado da sua sócia Laura Bezamat.

Assim que se cruza a porta, um elemento expressivo do décor é revelado: a marcenaria em louro preto. No hall de entrada, a madeira escura dá luz a uma espécie de pórtico de madeira, pensado para camuflar: a porta do lavabo, o maquinário do ar condicionado e a viga estrutural de concreto. “Pudemos usar a espécie escura sem correr o risco de ficar muito pesado porque o apartamento tem bastante luz natural.

Fora isso, preferimos fugir das alternativas mais comuns, como peroba, e apostar em algo mais exclusivo”, revela a profissional do escritório Bezamat Arquitetura. Cristina confiou a execução do projeto de marcenaria à empresa Serpa Marcenaria, de Vitória. Ainda no hall, destaque para a tela do artista Angelo Venosa, que quebra a monocromia do painel de louro preto.

vista3

Toda a luz natural a que Cristina se refere é justificada pelas amplas aberturas, nas salas, que permitem contemplar, a partir das áreas sociais, o oceano sem fim. Com tantas belezas naturais do nosso país à vista, fazia sentido cravar uma ode nacionalista também no projeto de interiores. E o empresário gringo deu carta branca às arquitetas. “Basicamente só trouxemos artistas e designers brasileiros”, revela.

vista2

No living principal, destaque para a tela de Gonçalo Ivo, posicionada atrás da poltrona Esfera, do designer Ricardo Fasanello, e para o banco Marquesa, de Oscar Niemeyer, no outro extremo do ambiente. “Fora estas, temos lado a lado Sérgio Rodrigues, Jader Almeida, Jorge Zalszupin, Nuno Ramos, entre outros. Muitos dos itens são da loja Arquivo Contemporâneo, as mesas, da Etel. O apartamento é realmente um ponto fora da curva, do ponto de vista do DNA das peças”, defende a arquiteta.

vista4

A área social que pertencia ao outro apartamento recebe agora o home theater. Como tal ambiente pedia um clima mais intimista, com a possibilidade de controle da iluminação, as arquitetas preservaram a sala com brises verticais de madeira laqueada. De quebra, o espaço entre tais estruturas e a fachada acabou virando mais uma área de contemplação da paisagem, equipada com duas chaises brancas de linho, da Artefato, e almofadas da Empório Beraldin.

vista5

Nos ambientes íntimos, conforto foi a palavra de ordem. “Como o cliente vive em um país que gosta muito de cor, entramos com tons mais vivos nos quartos, além de modelos de papel de parede desenhados.” As arquitetas recorreram a grandes marcas. Na suíte máster, o papel de parede com estampas na cor champanhe e os tecidos são da Empório Beraldin, e, os criados, da Oficina Inglesa. No outro quarto Premium, com tecido berinjela na cama, tudo é da Orlean. As outras duas suítes recebem móveis da Quartos & Etc. Quando o empresário e a família vêm ao Brasil, seja a trabalho ou para curtir as férias, eles têm à disposição o melhor que o país pode oferecer, em termos de arte e de design e, ainda, contam com uma linda vista para a paisagem natural do Rio de Janeiro.

Fonte: Casa Vogue

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: