Luxo e inovação

luxo

De acordo com os principais institutos de pesquisas do mundo, a movimentação financeira do segmento de luxo já ultrapassou a barreira dos 200 bilhões de euros por ano. E algumas alterações de comportamento ajudam a entender esses números que surpreende em razão da crise que afeta diversos países do globo.

Entre as principais mudanças de hábito que explicam essa tendência estão o aumento do interesse do público masculino pelos produtos premium e a entrada no mercado de pequenas e médias empresas que, investindo em qualidade e capacitação, desenvolvem produtos que rivalizam de forma igualitária com os lançamentos das marcas mais conceituadas.

Um valor que é compartilhado tanto pelas grifes tradicionais, muitas com diversos séculos de experiência, quanto pelas empresas que estão iniciando suas atividades neste incrível mar de oportunidade, é a inovação. Se os manuais de administração tendem a preencher diversos capítulos explicando o seu significado, em linhas gerais é possível definir o termo como a capacidade de explorar um novo conceito e atingir o sucesso. E, neste caso, o sucesso deve ser compreendido de forma holística, envolvendo o crescimento do faturamento, a entrada em novos mercados consumidores e, até mesmo, a criação de novas prioridades de consumo, como aconteceu nos últimos anos com os tablets.

Os processos inovadores atingem de forma consistente os mais diversos departamentos dentro de uma organização, como o setor de tecnologia ou a descoberta de novas fontes de matérias primas. Na indústria do luxo, essas duas realidades fazem parte do cotidiano das empresas. A inovação tecnológica permite às empresas de alto padrão apresentar aos consumidores produtos que harmonizam estilo, elegância e modernidade, da relojoaria aos automóveis. No que tange a busca por novas fontes de suprimentos, é válido destacar a preocupação de grande parte da indústria de luxo com o desenvolvimento de práticas sustentáveis que impactem o mínimo possível o meio ambiente e as populações ao redor do mundo.

Uma entrevista publicada no site Business Analytics em 2012 com Carla Preval, então Gerente de Marketing Digital da Yves Saint Laurent, comprova que as mais icônicas marcas de luxo do mundo investem de forma consciente e sistemática em inovação. “Quando você analisa a história de quase todas as marcas de luxo, os processos sempre envolvem inovação. A Saint Laurent é uma das pioneiras em trazer a alta costura para o dia a dia das mulheres. Fizemos isso anteriormente, e vamos continuar nos esforçando para fazer hoje e sempre” destacou Carla.

E não há nicho mercadológico dentro da indústria do luxo em que a inovação não seja uma das palavras de ordem. Dos automóveis de incrível aerodinâmica que possuem conectividade com as redes sociais, passando pelos serviços exclusivos de primeira classe de algumas companhias aéreas como mordomo particular e suíte com chuveiro e chegando às linhas de maquiagem e perfumes desenvolvidos de forma sustentável, o luxo e a inovação são parceiros que constituem uma dupla de grande sucesso.

Fonte: Terapia do Luxo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: