A nova relação entre imobiliárias e corretores de imóveis

A legislação, que foi construída com a união e apoio de todas as entidades que representam o setor, demonstra que de forma unida é possível construir modelos que desburocratizam com segurança as atividades empresariais.

Flavio Amary

No último dia 19 de janeiro foi sancionada a Lei número 13.097, que, entre outros tantos assuntos, inclusive da área imobiliária, criou segurança jurídica para a relação profissional entre os corretores de imóveis e as imobiliárias.

iii

Fundamental que todos os corretores tenham conhecimento e, principalmente, os proprietários e gestores de imobiliárias saibam desta nova forma legal da relação que muitas vezes geram ações trabalhistas entre as partes.

A partir de agora, os corretores poderão se associar a imobiliárias, mantendo sua autonomia profissional, sem que fique configurado qualquer vínculo, inclusive empregatício ou previdenciário.

O contrato, que regerá a relação entre o profissional e a imobiliária, será específico e deverá ser registrado no sindicato da categoria. O documento tem de prever que a empresa e o corretor coordenem, entre si, o desempenho das funções e das responsabilidades de cada um no exercício da intermediação imobiliária.

Como já acontece com os advogados, os corretores terão a opção desta nova forma de relação profissional, mantendo a alternativa de serem contratados como funcionários registrados pela CLT, se assim preferirem. O que acontece na realidade é que os corretores sempre preferiram essa relação diferenciada e agora, com o respaldo da lei, a situação fica segura para ambos os lados.

Ao mesmo tempo que cria a figura do corretor associado também possibilita ao corretor ser enquadrado ao regime tributário do Simples Nacional, o que facilita muito o processo de recolhimento de impostos, além de trazer para a formalidade muitos corretores imobiliários.

Essas medidas são um novo marco regulatório para o setor e traz segurança e tranquilidade para os dois lados e, principalmente, para o mercado.

A legislação, que foi construída com a união e apoio de todas as entidades que representam o setor, demonstra que de forma unida é possível construir modelos que desburocratizam com segurança as atividades empresariais.

Nos últimos anos, com o crescimento do mercado imobiliário, o número de corretores aumentou significativamente, deixou de ser uma profissão onde se passava a atuar depois de se aposentar e passou a ser a opção número 1 de vários jovens que vislumbram a possibilidade de crescimento profissional e de renda com a intermediação imobiliária.

Esse crescimento do número de jovens fez também com que aumentasse a necessidade dos mais antigos se reciclarem e se atualizarem com a nova forma de fazer negócios e de buscar imóveis e clientes. Cada vez mais importante, a internet tem sido uma ferramenta essencial para todos os mercados, inclusive o imobiliário.

Com tantas alternativas do bom uso da rede, é fundamental que todos que atuam neste mercado tenham conhecimento e busquem se aperfeiçoar, pois os clientes de hoje já fazem a seleção de imobiliárias e imóveis nas madrugadas de suas casas e já sabem o valor e as ofertas disponíveis dos imóveis na região em que estão buscando, facilitando um pouco o trabalho dos corretores, mas ao mesmo tempo exigindo mais conhecimento e preparo por parte destes profissionais.

Fonte: Cruzeiro do Sul

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: