Planejamento é a melhor pedida para quem quer alugar imóvel em 2015

Quem pretende iniciar 2015 de casa nova deve fazer um planejamento minucioso desde já para conseguir o melhor negócio, sem surpresas ou despesas de última hora.

O primeiro passo é delimitar as áreas de preferência em dois ou três bairros, para facilitar a pesquisa. Para isso é fundamental verificar as opções de acesso, transporte e serviços essenciais como supermercados, padarias, farmácias, academias e escolas próximas aos locais desejados.

CASSA

Também é importante que o futuro inquilino defina uma faixa de preço de aluguel, incluindo os encargos como IPTU e condomínio, que está disposto a pagar. Roseli Hernandes, diretora comercial da Lello Imóveis, alerta que esse valor não pode comprometer mais do que 30% da renda líquida mensal do interessado. “Esse é o limite ideal para que o inquilino possa arcar tranquilamente com as despesas da locação durante os 30 meses de vigência do contrato”, afirma.

Ainda em relação ao aluguel, explica Roseli, o candidato a inquilino deve realizar uma boa pesquisa, pois os valores variam bastante. “Há unidades de padrões similares numa mesma rua que possuem preços diferentes, dependendo do estado de conservação ou mesmo da proximidade com terminais de ônibus ou estações de metrô”, explica “ o melhor é procurar por uma imobiliária especializada na região para ajudar a simplificar esta tarefa”.

Antes de assinar o contrato, recomenda a diretora da Lello, a imobiliária deve providenciar uma vistoria no imóvel. Dessa forma é possível determinar a responsabilidade de cada um no reparo de eventuais danos. O inquilino deve estudar com a imobiliária qual garantia se enquadra ao seu perfil. Atualmente temos as seguintes opções de garantia: fiador, seguro-fiança e título de capitalização, que são as mais utilizadas.

Por fim, orienta Roseli, o candidato a inquilino deve estar atento à documentação que precisará reunir para efetivar o contrato de locação. Caso seja trabalhador assalariado, serão necessários os três últimos holerites, carteira profissional com registro, RG e CPF . No caso de profissionais autônomos é preciso apresentar comprovante de renda mensal, como Decore (Declaração comprobatória de percepção de rendimentos), declaração do Imposto de Renda, extrato bancário. Podem ser apresentados também comprovantes de outras fontes de rendas, como aposentadoria, aluguel e outros.

Fonte: Portal VGV

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: